quinta-feira, 1 de setembro de 2011

melhor amiga *

Acreditas que o medo cresce segundo após segundo em que não estás presente? Sinto que me foges entre os dedos e eu não consigo agarrar-te por nada deste mundo, é como se estivesses a ir embora de vez, e sabes? É a pior sensação que já tive (não vais embora, pois não?). Eu sei, eu sei bem que nem sempre percebes o quanto preciso de ti, por mais que eu diga que no meio de toda a gente te destacas, por mais que eu tente que percebas que és a melhor, tu e apenas tu, e que tudo o resto é passado. Não penses que és só tu que tens medos, também os tenho, tenho e não são tão poucos como isso, afinal aquela treta de «o medo a mim, é coisa que não me assiste», é uma verdadeira mentira, todos nós temos medo, porque amamos, e sim, todos sabemos amar, e melhor amiga, se o meu passado atormenta o nosso futuro, o teu também atormenta as minhas certezas, acredita, mas eu confio em ti, confio acima de tudo e quero acreditar que não me dizes as coisas só para me sentir bem, e por vezes gostava que confiasses em mim da mesma forma, mas pelos vistos isso não tem sido possível. Talvez nunca te tenha informado que nunca fui uma rapariga muito paciente, e eu sei que isso não ajuda nada, mesmo nada, para certas coisas que se passam entre nós, sei bem que expludo com facilidade, e até que sou um pouco difícil de "aziar" mas que quando tal acontece fico completamente atrofiada e sou bastante complicada e devo-te um pedido de desculpas por isso, e desculpa também se até aqui só te tinha ensinado a lidar com o meu melhor lado, desculpa se não te mostrei a primeira coisa que devia ter mostrado, desculpa se não agi da melhor maneira e se até me canso de certas coisas com facilidade, mas sinto a tua falta e preciso de certezas, aquelas que sozinha não consigo ter, preciso de não ser só eu a correr atrás de ti quando as coisas correm para o torto e eu sei bem que também és capaz de o fazer, preciso que percebas comigo que temos feitios diferentes, muito diferentes até, e preciso que queiras aprender a lidar comigo como eu quero aprender a lidar contigo. Entende que não posso dar sempre o braço a torcer, que não posso escrever-te textos para tentar demonstrar o que sinto se me vieres apenas falar de um «já passou» ou «faz como quiseres», porque eu tenho as minhas ideias firmes e sei absolutamente o que sinto por ti, e felizmente sei ver quando falho, e sei que desta vez o fiz, mas sabes que 90% das coisas têm uma razão, tal como algumas das minhas "birras", e ambas sabemos que raramente temos 100% de razão, mas se bem te lembras, houve uma coisa que te cativou e mim ao inicio, sabes? «oh menina da realidade perfeita», sim bebé, foram palavras tuas, lembro-me perfeitamente do quanto gostavas da maneira como eu lidava com as coisas, da maneira como conseguia ver de frente os problemas, da maneira como conseguia ver os dois lados, e percebe amor, não é só nos outros, agora que estou contigo é em nós também que eu quero ver os dois lados, é os nossos problemas que quero ver de frente e é com eles que quero conseguir lidar, mas preciso de ti, e é isso que eu prometo mostrar-te mas preciso que me deixes, quero mostrar-te o quanto perfeito está a ficar o mundo que ambas estamos a construir, apesar dos problemas, sem nos apercebemos, quero mostrar-te o quanto fica magnifico o meu mundo perto do teu, quero levar-te para os caminhos mais difíceis mas mais acertados e com maiores vitorias, e prometo dar-te a mão e saltar todos os obstáculos contigo, prometo não te deixar perdida, p-r-o-m-e-t-o e entende princesa, nenhum caminho é longo demais quando alguém que amamos de verdade nos acompanha ! Lembra-te que tenho imenso orgulho em ti, que estarei aqui para te dar a mão nos momentos de aflição, estarei aqui para partilhar as lágrimas nos momentos difíceis, estarei aqui para sorrir contigo nos momentos de glória e obrigada pelas lágrimas, pelos sorrisos, pelos beijos, pelos abraços, por todos os gestos e todas as palavras, obrigada por me cativares assim, e tenho a certeza que nunca me arrependerei de te amar como amo, tenho a certeza que serás sempre aquela melhor amiga que mais profundamente chegou, mas hoje, hoje sou eu que digo, faz como quiseres, porque agora eu tenho duvidas da tua felicidade quando estás comigo, agora duvido das tuas certezas quanto ao nós e por isso vou esperar por ti, apesar desta distancia me magoar todos os dias, eu vou-me manter aqui, sim, mesmo aqui, à espera que tomes a decisão que aches melhor para ti, porque mesmo que me venha a doer futuramente, só quero o teu bem, e se isto não resultar, levarei-te comigo na memoria e no coração todos os dias, independentemente do tempo que passe e quando precisares, conta comigo, não te esqueças do meu nome e chama por mim, que eu estarei disposta a dar-te tudo de novo. *

« Deixo livre as coisa que amo, se elas voltarem para mim foi porque as conquistei, se nao voltarem foi porque nunca as tive. »

ps: i love you, best friend ! ♥

1 comentário:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião *